3384-5042 | contato@studioelaser.com.br - De segunda a sexta das 9:00 às 21:00 e aos sábados das 9:00 às 16:00.
Av. Paulista, 2.006, cj.803 a 805

Blog Subtitle

Blog

Como funciona a Criofrequência

A criofrequência é uma técnica avançada de estética que consiste em reduzir a gordura localizada em todo o corpo, mas poucas pessoas conhecem os seus benefícios. Neste artigo, separamos as principais dúvidas dos nossos clientes sobre essa eficiente terapia. Confira!

Radiofrequência, criofrequência ou criolipólise? Qual escolher?

Esses são os procedimentos mais conhecidos, que acabam confundindo os usuários. Entenda como funciona cada tratamento!

Radiofrequência

A radiofrequência é um procedimento que estimula as fibras de colágeno, fazendo o corpo produzir novas fibras em uma região específica. É o tratamento ideal para quem deseja combater a flacidez da pele de forma segura e permanente.

Como funciona?

O procedimento funciona através da emissão de ondas eletromagnéticas que atingem a camada de gordura localizada. O aumento da temperatura faz aumentar a circulação sanguínea, estimulandoa formação das fibras de colágeno, responsáveis pela firmeza da pele.

Em algumas ocasiões a temperatura pode gerar desconforto no paciente, mas não é nada que possa prejudicá-lo.

Criofrequência

A criofrequência é a evolução da radiofrequência. Utiliza uma base ultracongeladora para combater simultaneamente a flacidez e a gordura localizada.

O paciente não passa por nenhum incômodo, pois o equipamento é resfriado para o calor não causar desconforto.

Como funciona?

A ponta do equipamento resfria a superfície que será tratada em -10ºC. Em seguida, as ondas eletromagnéticas trabalham em alta potência, podendo aquecer a região até 60ºC para atingir as camadas mais profundas da pele.

A troca de temperaturas causa um choque térmico no organismo, alterando o metabolismo e atacando diretamente as células de gordura. Isso provoca o surgimento de novas fibras de elastina e colágeno.  

Criolipólise

A criolipólise utiliza um aparelho que resfria a superfície da pele congelando as células de gordura, que, devido ao frio, acabam se rompendo. Assim, o organismo elimina essas células naturalmente.

Como funciona?

Aparelhos são acoplados nas áreas que serão tratadas. A ponta do aparelho provoca a sucção da pele, causando o resfriamento e eliminação das células de gordura. Este tipo de tratamento age diretamente nas células adiposas sem causar danos aos nervos ou músculos.

A criolipólise é indicada para pessoas que desejam eliminar a gordura localizada que não é eliminada através de exercícios ou dieta.

Quais as vantagens da criofrequência?

A criofrequência alcança resultados instantâneos, estimulando a formação de novas fibras de elastina e gerando a contração de colágeno. A alimentação do paciente não causa tanto impacto neste tipo de tratamento, e na primeira sessão de criofrequência já é possível ver resultados.

A criofrequência alcança regiões de difícil acesso, como as gorduras localizadas entre o seio e a axila, a flacidez entre o queixo e o pescoço (também conhecida como papada) etc.

O tempo médio de tratamento é de 30 minutos por sessão, o que cabe na agenda de pessoas que possuem uma rotina agitada. Em alguns casos, é possível obter 100% do resultado em uma única sessão de redução da flacidez ou gordura localizada.
A criolipólise e criofrequência são técnicas constantemente buscadas pelos pacientes que desejam combater a gordura e flacidez em um curto período.

Existem contraindicações para a criofrequência?

Cada caso representa uma situação específica que deve ser avaliada pelo profissional responsável. Porém, não é recomendável que se submetam a este tipo de tratamento pacientes que:

  • utilizam marcapassos;
  • tenham câncer de pele;
  • estejam grávidas;
  • utilize implantes;
  • sofram de epilepsia ou tenham lesões.

Ficou curiosa para conhecer a criofrequência? Agende uma sessão conosco e comprove os benefícios desta técnica.

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *